Página inicial do site Brasília
Página inicial do site Brasília
 
   
   
Agenda do Samba e Choro
  

  

Ferreofotos

• Locomotiva DH Krupp Bo+Bo+Bo EFVM - 17 Jul. 2013

• Vagão torpedo CT-31 Cosipa - 16 Jul. 2013

• Locomotivas UM10B nº 1969 e 1970 CSN - 16 Jul. 2013

• Vagão QC-3622 “Telecomunicações” Fepasa - 16 Jul. 2013

• Locomotivas diesel-hidráulicas Krupp da Sorocabana - 15 Jul. 2013

• Locomotivas LEW DE-II-S Fepasa - 15 Jul. 2013

• Locomotivas G12 nº 3651 a 3680 de bitola métrica da Fepasa - 14 Jul. 2013

• GL8 nº 3622 Fepasa após reforma - 14 Jul. 2013

• Alco RSD8 na pintura azul da Fepasa - 14 Jul. 2013

• GL8 4023 na última pintura RFFSA - 14 Jul. 2013

• B12 “pintura da Águia” ABPF Tubarão - 8 Jul. 2013

  

  

Bibliografia
braziliense

Como se faz um presidente: a campanha de JK - 21 Ago. 2014

Sonho e razão: Lucas Lopes, o planejador de JK - 15 Ago. 2014

Brasília: o mito na trajetória da Nação - 9 Ago. 2014

Luiz Cruls: o homem que marcou o lugar - 30 Jul. 2014

Quanto custou Brasília - 25 Set. 2013

JK: Memorial do Exílio - 23 Set. 2013

A questão da capital: marítima ou no interior?

No tempo da GEB

Brasília: a construção da nacionalidade

A mudança da capital

Brasília: história de uma ideia

Brasília: antecedentes históricos

  
  

  

Ferreomodelismo

• As locomotivas Alco FA1 e o lançamento Frateschi (1989) na RBF - 21 Out. 2013

• A maquete do Trem turístico Ouro Preto - Mariana (Trem da Vale) - 12 Out. 2013

• Como construí minha própria locomotiva - 28 Set. 2013

• Miniaturas realmente a vapor - 28 Set. 2013

   

Brasília
Asa Norte


 
Flavio R. Cavalcanti

Os espaços entre as quadras de uma mesma faixa (100, 200, 300) são — alternadamente — vias de trânsito (CLN), ou espaços comunitários (EQN).

Em conjunto, são "corredores" de ventilação transversais às vias norte-sul. Calçadas leste-oeste dão passagem da L-2 à W-3 Norte — não fazendo diferença, para o pedestre, se cada trecho é "via de trânsito" ou "espaço comunitário".

Outros espaços comunitários interrompem a L-1 (EQN 200/400) e a W-1 (EQN 100/300).

Espaços Comunitários e/ou de Vizinhança

Na Asa Norte, as entrequadras (EQN) 100, 200 (par + 1) e 300 (ímpar + 1) permanecem baldias.

Já há alguns anos são públicas tentativas de alterar a destinação (e o gabarito?) dessas Entre-Quadras, dando liberdade a empreendimentos imobiliários. Estarão os lotes já vendidos, dentro da legislação original, e os empreendimentos em compasso de espera? A essas tentativas, com frequência correspondem reações da comunidade, pressionando órgãos e entidades públicas para preservar a destinação original.

  • Não existem espaços similares nas "600" (SGAN), nem nas "900" (SEPN).

  • Nas SQN 400 (ímpar + 1), esse espaço é ocupado pela via única de acesso a duas quadras (antigamente chamadas "quadras geminadas"). Na prática, portanto, o espaço é maior, e as primeiras SQN (403 a 406) já surgiram com 16 blocos residenciais, cada — ao invés dos 11 existentes nas primeiras SQS 100, 200 e 300 da Asa Sul.

  • As Entre-Quadras 500 (ímpar +1) — que na Asa Sul são estacionamentos públicos com passagens W-2 / W-3 (tanto para carros como para pedestres) — não existem na Asa Norte. É difícil perceber se estão edificados "provisoriamente", ou "definitivamente" — em vários casos, até com cercas.

  • As Entre-Quadras "700 / ímpar + 1" — que na primeira metade da Asa Sul são praças — na Asa Norte são percebidas como áreas não-edificadas apenas na estreita faixa das SCRN, entre a W-3 e a W-3½. Na faixa residencial (SHIGN), junto à W-4 Norte, há poucos indícios de Entre-Quadras bem definidas.

As EQN 200/400 dividem a L-1 em 4 trechos, com creches, jardins de infância, agência postal, delegacia. Já a W-1 foi dividida em apenas 2 trechos (EQN 100/300).

As EQN 300 e 500 (par + 1) são "ilhas" na ponta das CLN 300 junto à W-2 e à W-3 Norte, sendo ocupadas por super-mercados, mini-shoppings, prédios de escritórios, e até lanchonetes fast-food — o mesmo quanto às EQN 400 (par + 1), na extremidade das CLN 400 junto à L-2.

   

Acompanhe

  

  
Oeste Asa Norte Leste
SEPN
"900"
 Via 
SCRN +
SHIGN
"700"
   Via   
"500"
Via
SQN
"300"
 Via 
SQN
"100"
 Via 
SQN
"200"
 Via 
SQN
"400"
 Via 
SGAN
"600"
Via de Ligação
 
N5
Eixo
Rodoviário
 
 
 
 
N5
     
 W-3 
W-3½
 
 
 
 
 
 
         
 
L-2
 
 
 
 
 
 
 
 
W-4
W-5

 
 
 
 
CRLN
                    CLN                  CLN
916
716
715
516
515
W-2
316
EQN
116
216
EQN
416
415
 
EQN
W-1
 
 
CLN
CLN
L-1
915
315
115
215
 
CRLN
EQN
CLN
EQN
EQN
Parque
Olhos
d'Água
914
714
713
514
513
W-2
314
114
214
 
EQN
CLN
CLN
913
313
113
213
 
CRLN
EQN
CLN
EQN
EQN
CLN
912
712
711
512
511
W-2
312
112
212
EQN
412
411
612
 
EQN
CLN
CLN
L-1
 
911
311
111
211
611
 
CRLN
EQN
CLN
EQN
EQN
CLN
 
910
710
709
510
509
W-2
310
110
210
410
409
610
 
EQN
CLN
CLN
 
909
309
109
209
609
 
CRLN
EQN
CLN
EQN
EQN
CLN
 
908
708
707
508
507
W-2
308
EQN
108
208
EQN
408
407
608
 
EQN
W-1
CLN
CLN
L-1
 
907
307
107
207
607
 
CRLN
EQN
CLN
EQN
EQN
CLN
 
906
706
705
506
505
W-2
306
106
206
406
405
606
 
EQN
CLN
CLN
 
905
305
105
205
605
 
CRLN
EQN
CLN
EQN
EQN
CLN
 
904
704
703
504
503
W-2
304
104
204
EQN
404
403
604
 
EQN
CLN
CLN
L-1
 
903
303
103
203
603
 
CRLN
EQN
CLN
EQN
EQN
CLN
 
902
702
502
W-2
302
102
202
402
602
 
Via
          Via                              CLN
CLN
 
 
901
SRTVN
SMHN - Hospitais
W-1
SMHN
SBN / SAN
N-4
 
N-3
N-3
N-3
 
 
SCN
SCN - Setor Comercial Norte
SBN / SAN
 
N-2
N-2 — Via de serviço
Estação
Rodoviária
N-2
N-2
SHN - Hotéis
SHN - Hotéis
 
SDN
Setor Cultural Norte
 
N-1 — Eixo Monumental
N-1 — Eixo Monumental
Torre TV
 
 
 
 
 
S-1 — Eixo Monumental
S-1 — Eixo Monumental
Oeste Asa Sul
[ mais... ]
Leste
 
Quadras (residenciais) e Setores (públicos)
  
Área comunitária / vizinhança: clubes, cinemas, quadras esportivas, templos e igrejas
 
Vias locais (40 km/h)
 
Vias secundárias (60 km/h) – Exceto W-4 / W-5 (50 km/h), N-2, N-3 (?) e Eixão (80 km/h)
  

Vias de Comércio Local

As transversais leste-oeste são defasadas, evitando a criação de vias diretas da L-2 até a W-3 Norte — o que resultaria em trânsito intenso no interior das áreas residenciais.

Assim, as CLN 400 (par + 1) alinham-se com as CLN 300 (par + 1) — mas para ir de uma a outra é necessário ziguezaguear pelas CLN 100-200 (ímpar + 1), que oferecem passagem por baixo do Eixo Rodoviário; e pelas vias L-1 e W-1 Norte. Estas duas, por sua vez, também são interrompidas.

A mensagem é: — "Mantenha-se nas vias secundárias (60 km/h: Eixos laterais, L-2, W-3), enveredando pelas vias locais (40 km/h: CLN, L-1, W-1) apenas nas proximidades do destino".

  • As vias de acesso (20 km/h, dentro das quadras) não dão passagem para nenhum outro lugar.

  • A via principal (80 km/h: pista central do Eixo) é ideal para entrar e sair da cidade, ou ir de uma Asa à outra.

Referência

16 – Quanto ao problema residencial, ocorreu a solução de criar-se uma seqüência contínua de grandes quadras dispostas, em ordem dupla ou singela, de ambos os lados da faixa rodoviária, e emolduradas por uma larga cinta densamente arborizada, árvores de porte, prevalecendo em cada quadra determinada espécie vegetal, com chão gramado e uma cortina suplementar intermitente de arbustos e folhagens, a fim de resguardar melhor, qualquer que seja a posição do observador, o conteúdo das quadras, visto sempre num segundo plano e como que amortecido na paisagem (fig. 13). Disposição que apresenta a dupla vantagem de garantir a ordenação urbanística mesmo quando varie a densidade, categoria, padrão ou qualidade arquitetônica dos edifícios, e de oferecer aos moradores extensas faixas sombreadas para passeio e lazer, independentemente das áreas livres previstas no interior das próprias quadras (fig. 8).
                                                           Lúcio Costa, Relatório do Plano Piloto de Brasília


   

  
Vias e Setores do Plano Piloto de Brasília
Água Mineral EPIA N5 Eixo
Rodo-
viário
N5 L4
Norte

















L4
Sul
Av.
Nações
Clubes Lago
Noroeste Camping 916
a
902
W4
e
W5
716
a
702
W3
e
W3½
516
a
502
W2 316
a
302
W1 116
a
102
216
a
202
L1 416
a
402
L2 612
a
602
Campus
da UnB
SMU

SAAN
SRTVN SMHN - Hospitais SMHN SBN / SAN N4
N-3 N-3 N3 Embaixadas
  EPAA SCN SCN - Comercial Norte SBN / SAN
SMU Autódromo
Esportes

GDF
N2     N2 — Via de serviço Plata-
forma
Rodo-
viária

e
Estação
Central
do
Metrô
N2 N2
  SHN - Hotéis SHN - Hotéis   SDN
(CNB)
Cultural Norte Ministérios Planalto
N1 — Eixo Monumental N1 — Eixo Monumental
Ferro-viária Cruzeiro | Memorial | Buriti | Convenções | Torre TV | Fontes Esplanada            Congresso    
Estrutural S1 — Eixo Monumental S1 — Eixo Monumental
SIA Câmara
e
SIG



Cruzeiro

Sudoeste

Octogonal
EPIG TJDFT
SIG
S2 SHS - Hotéis W3 SHS - Hotéis   SDS
(Conic)
Cultural Sul L2 Ministérios STF
Parque
da
Cidade
    S2 — Via de serviço S2 S2
901
a
916
W4
e
W5
SCS SCS - Comercial Sul Eixo
Rodo-
viário
SBS   SAS 601
a
616
Embaixadas
S3 S3 S3
SRTVS SMHS - Setor Médico Hospitalar SBS L1 SAS
Campo da Esperança 702
a
716
502
a
516
W2 302
a
316
W1 102
a
116
202
a
216
402
a
416
S4 - ligação Av. das Nações (L4) - Setor Policial Sul S4 - ligação Av. das Nações - Setor Policial
Asa Norte | Centro | Asa Sul
Este menu é uma apresentação esquemática, apenas para dar uma idéia geral. Está fora de escala, distorcido, incompleto, e contém várias inexatidões.
Consulte os mapas de cada Via ou Setor, para uma visão mais correta.
Vias e Calçadas - a trama viária
Eixo Rodoviário | Transversais | Corredores leste-oeste | Calçadão, passarelas e acesso | Metrô | Galeria dos Estados | Cebolão Sul | Cebolão Norte
Vias de Brasília e Distrito Federal
Eixo Monumental | Eixo Rodoviário | Vias locais do Plano Piloto
EPIA: espinha dorsal | EPCT - Contorno da bacia do Paranoá | Estradas Parque | Vias de acesso
  

Busca no site
  
  
Página inicial do site Centro-Oeste
Página inicial da seção Ferrovias do Brasil
Sobre o site Centro-Oeste | Contato | Publicidade | Política de privacidade