Página inicial do site Brasília
Página inicial do site Brasília
 
   
   
Agenda do Samba e Choro
Brasília em fotografia feita por satélite em 7 de Outubro de 2008
Conurbação Brasília-oeste em fotografia feita por satélite em 7 de Outubro de 2008: o cinturão verde que deveria envolver a cidade e proteger a bacia hidrográfica
do Paranoá — o Contorno — foi totalmente rompido a oeste da Asa Sul, formando uma urbanização quase contínua (“conurbação”) da área central
de Brasília até Ceilândia e Recanto das Emas. Com isso, as áreas conurbadas envolveram as nascentes e bacias de captação de águas dos córregos do
Guará, Vicente Pires, Águas Claras e Riacho Fundo, tributários do Paranoá

Bibliografia
braziliense

Quanto custou Brasília - 25 Set. 2013

JK: Memorial do Exílio - 23 Set. 2013

A questão da capital: marítima ou no interior?

No tempo da GEB

Brasília: a construção da nacionalidade

A mudança da capital

Brasília: história de uma ideia

Brasília: antecedentes históricos

  

Bibliografia
braziliana

Alexandre de Gusmão e o Tratado de Madrid - 3 Out. 2013

Da Monarquia à República - 25 Set. 2013

O Cosmos de Humboldt - 2011

Longitude - 2011

A filha de Galileu - 2011

Acompanhe

   

Distrito Federal
Brasília, cidades satélites, bairros, condomínios e Entorno do DF


 
Flavio R. Cavalcanti

Quando o Distrito Federal foi demarcado pelo Serviço Geográfico do Exército — e JK estava apenas iniciando sua campanha pela Presidência da República, aparentemente com poucas perspectivas de tomar posse ou se manter no governo — Planaltina e Braslândia já existiam.

Um movimento popular de reivindicação de direitos — durante a construção de Brasília — fez a cúpula da Novacap planejar, às pressas, a vila de Taguatinga, junto ao Contorno da bacia hidrográfica do Paranoá.

O plano urbanístico de Lúcio Costa — Plano Piloto de Brasília — previa a criação de cidades satélites só num futuro ainda considerado distante, na época. Mas a necessidade de planejar às pressas a vila de Taguatinga fez como que se iniciasse logo o planejamento de duas cidades satélites.

Uma delas, destinada a funcionários públicos, inicialmente seria localizada nas proximidades da represa do Paranoá, mas não houve concordância, e afinal foi localizada na antiga fazenda do Gama — cujo nome recebeu, — bem longe do Contorno.

A outra cidade satélite planejada — com projeto urbanístico corrigido e aprovado por um representante de Lúcio Costa — deveria servir de base à colonização e produção rural para o abastecimento de Brasília. Foi localizada na área da antiga fazenda Sobradinho (daí, seu o nome), também afastada do Contorno.

Uma imprevidência — as águas do lago Paranoá, em formação, já subiam em direção aos candangos da Vila Amaury — justificou novo improviso, levando inúmeras famílias para Sobradinho, ainda sem infraestrutura ou projeto de desenvolvimento rural.

Para atrair uma classe social mais "elevada" — e que não mostrava interesse em morar na nova capital —, sim, desde cedo se planejou o Setor de Mansões Parkway (SMPW), dentro do Contorno, com terrenos enormes, muitos deles presenteados, e os demais vendidos a preço baixíssimo, facilitado a perder de vista.

Também não houve planejamento para assentar e engajar os candangos e famílias da Cidade Livre (Núcleo Bandeirante) e diversos acampamentos — Paranoá, Vila Planalto, Metroplitana, Candangolândia, DNOCS etc.

O Núcleo Bandeirante acabou sendo fixado não muito tempo depois da inauguração de Brasília — mas permaneceu "engessado" durante muitos anos. Os "acampamentos" menores, só foram legalmente fixados após a redemocratização, quando muitos dos pioneiros e seus descendentes já tinham desistido e vendido os direitos a outros.

O Cruzeiro fazia parte ou foi incluído no Plano Piloto de Brasília como setor residencial ligado ao abastecimento (SIA). Com a mesma função, em tese, na década de 60 foi criado o SRIA ou Guará.

Outro projeto de agrovila foi iniciado em São Sebastião.

O êxodo rural — permanente, desde a construção da cidade — e outros fatores fizeram com que Brasília e o novo Distrito Federal rapidamente ultrapassassem todas as previsões de expansão urbana.

A redemocratização do país, a partir de 1985, encontrou o Distrito Federal excessivamente engessado, com grande déficit de moradias, falência da função social da Shis e desativação do antigo BNH. Lote (ou promessa) tornou-se moeda eleitoral. Invasões (de todas as classes sociais e empresariais) foram praticamente liberadas, quando não incentivadas e organizadas.

O cinturão verde que deveria envolver a cidade e proteger a bacia hidrográfica do Paranoá — o Contorno — foi totalmente rompido a oeste da Asa Sul, formando uma urbanização quase contínua (“conurbação”) da área central de Brasília até Ceilândia e Recanto das Emas.

Com isso, as áreas conurbadas envolveram as nascentes e bacias de captação de águas dos córregos do Guará, Vicente Pires, Águas Claras e Riacho Fundo, tributários do Paranoá

   

Ferrovias

• Artilharia ferroviária no Brasil - 26 Out. 2013

• Locomotivas da SR2 RFFSA - 23 Out. 2013

• Locomotivas da EFCB / RFFSA - 21 Out. 2013

• As locomotivas Alco FA1 (EM) - 21 Out. 2013

• Locomotiva “Manchester”: a primeira do Brasil? - 18 Out. 2013

• Planta da locomotiva a vapor Henschel 0-8-0 da EF Sorocabana - 18 Out. 2013

• Planta da locomotiva Baronesa na EFCB - 16 Out. 2013

Esplanada Ferroviária de Bauru - 17 Set. 2013

• Locomotiva Zezé Leone: história e projeto de trem turístico - 22 Jul. 2013

• Estação “Central” de Belo Horizonte - 18 Jul. 2013

• Ferrovia, frigoríficos e vagões isotérmicos no Brasil - 25 Fev 2013

  

Ferreoclipping

Trem Vitória - Belo Horizonte oferece desconto de 20% nas Festas, Férias e Carnaval - 5 Nov. 2013

“Trens do Brasil” - série de reportagens da TV Record - 22 Jul. 2013

Memorável Trem de Ferro - Domingo - na CNT - 14 Jul. 2013

EFVM vai dobrar capacidade do trem de passageiros durante férias de Julho - 27 Jun. 2013

Acompanhe no FB

Brasília em fotografia feita por satélite em 17 de Novembro de 1990
Conurbação Brasília-oeste em fotografia feita por satélite em 17 de Novembro de 1990, quando várias das atuais áreas urbanas
a oeste da Asa Sul ainda não existiam, ou apenas começavam a ser ocupadas. Fonte: Nasa
Mapa simplificado do Distrito Federal e algumas cidades do Entorno
Mapa simplificado do Distrito Federal e algumas cidades do Entorno, com indicação dos trilhos do Metrô (vermelho, verde laranja) e da ferrovia (em ocre), e algumas estradas principais

Exibir mapa ampliado
Vias de Brasília e Distrito Federal
Eixo Monumental | Eixo Rodoviário | Vias locais do Plano Piloto
EPIA: espinha dorsal | EPCT - Contorno da bacia do Paranoá | Estradas Parque | Vias de acesso
  

Busca no site
  
  
Página inicial do site Centro-Oeste
Página inicial da seção Ferrovias do Brasil
Sobre o site Centro-Oeste | Contato | Publicidade | Política de privacidade