Página inicial do site Brasília
Página inicial do site Brasília
 
   
   
Agenda do Samba e Choro
Trecho da Via N2 entre o Teatro Nacional e o Setor Bancário Norte de Brasília
Trecho da via N-2 sob os viadutos que ligam a Rodoviária (para a esquerda) ao Eixo Rodoviário Norte. À direita, prédios do Setor
Bancário Norte, e em seguida do Setor Comercial Norte. À esquerda, embaixo, estacionamento do Teatro Nacional
(Conjunto Cultural da República), fachada de luminosos do Conjunto Nacional (Setor de Diversões Norte) e Setor Hoteleiro Norte,
em 4-Jun-2003.

  

Bibliografia
braziliense

Conterrâneos Velhos de Guerra - roteiro e crítica - 7 Nov. 2014

Como se faz um presidente: a campanha de JK - 21 Ago. 2014

Brasília: o mito na trajetória da Nação - 9 Ago. 2014

Luiz Cruls: o homem que marcou o lugar - 30 Jul. 2014

Quanto custou Brasília - 25 Set. 2013

  

Ferreoclipping

• Passagens e calendário do trem turístico Ouro Preto - Mariana | Percurso - 20 Dez. 2015

• Passagens e descontos do Trem do Corcovado | Onde comprar - 12 Dez. 2015

• Estação Pirajá completa a Linha 1 do Metrô de Salvador - 28 Nov. 2015

• EF Campos do Jordão | Horários | Hospedagem - 15 Jul. 2015

   

Calçadas, ruas e avenidas de Brasília
Via N2


 
Flavio R. Cavalcanti [2006]

É designada N2 por ser a segunda via leste-oeste, do lado norte da cidade — a primeira é a via do Eixo Monumental no sentido oeste, denominada N-1.

Deriva da própria N-1, nas proximidades da Torre de TV, e separa o Setor Hoteleiro Norte do Setor Comercial Norte, até o Eixo Rodoviário. A partir daí separa o Setor Cultural Norte do setores Bancário e de Autarquias. Adiante, separa ministérios, Senado Federal e Palácio do Planalto, de seus respectivos anexos.

A N-2 cruza em nível apenas a W-3, e logo mergulha para nível inferior, onde se mantém até depois da praça dos Três Poderes. Desemboca, outra vez em nível, na avenida L-4 Norte.

É uma via secundária (60 km/h?) de mão dupla, com duas faixas de rodagem em cada sentido, e trânsito complicado.

Sucessivas transformações e adaptações deram à N-2 características diferentes, de um trecho para outro:

  • Em sua maior parte, as mãos são separadas por faixa contínua, com cravos descomunais "fosforescentes". Praticamente não há canteiros centrais ou retornos.

    Mapa de localização da Via N2

Pelo mesmo sistema de faixa + cravos, foram criadas sucessivas "ilhas", onde deve aguardar o motorista que deseja cruzar a contra-mão. Em alguns existe semáforo; em outros, não.

Na área da Esplanada e dos Três Poderes, reassume o aspecto original, com predominância de faixas para travessia de pedestres, sem necessidade de semáforos. É relativamente comum o cruzamento da contra-mão por motoristas que entram ou saem de uma garagem, do estacionamento de um anexo, ou de uma rampa que dê passagem para o nível da Esplanada. O mais emocionante é o acesso à extensão da L-2 Norte — sem balão (rotatória) para disciplinar o cruzamento.


7 – (...) Para o tráfego de caminhões estabeleceu-se um sistema secundário autônomo com cruzamentos sinalizados mas sem cruzamento ou interferência alguma com o sistema anterior, salvo acima do setor esportivo e que acede aos edifícios do setor comercial ao nível do subsolo, contornando o centro cívico em cota inferior, com galerias de acesso previstas no terrapleno (fig. 7). (...)
                                                 Lúcio Costa, Relatório do Plano Piloto de Brasília


   

Ferreosfera

  

Byteria

  

Trecho da Via N2 que serve aos Aexos dos Ministérios e início da Asa Norte de Brasília
Viadutos da L-2 Norte sobre a N-2, na divisa do Setor Cultural Norte (terreno baldio) com o Setor de Autarquias Norte
(para a esquerda) e a Esplanada dos Ministérios.
Vista dos Anexos dos Ministérios junto à Via N2
"Túneis do tempo" ligam o segundo andar de cada ministério ao terceiro andar de seu anexo duplo. As garagens subterrâneas
dos ministérios se estendem até a larga calçada da via N-2, e o piso sobre elas — bem como qualquer terreno ainda
não construído — constitui estacionamento adicional. Foto: 4-Jun-2003.
Vias e Setores do Plano Piloto de Brasília
Água Mineral EPIA N5 Eixo
Rodo-
viário
N5 L4
Norte

















L4
Sul
Av.
Nações
Clubes Lago
Noroeste Camping 916
a
902
W4
e
W5
716
a
702
W3
e
W3½
516
a
502
W2 316
a
302
W1 116
a
102
216
a
202
L1 416
a
402
L2 612
a
602
Campus
da UnB
SMU

SAAN
SRTVN SMHN - Hospitais SMHN SBN / SAN N4
N-3 N-3 N3 Embaixadas
  EPAA SCN SCN - Comercial Norte SBN / SAN
SMU Autódromo
Esportes

GDF
N2     N2 — Via de serviço Plata-
forma
Rodo-
viária

e
Estação
Central
do
Metrô
N2 N2
  SHN - Hotéis SHN - Hotéis   SDN
(CNB)
Cultural Norte Ministérios Planalto
N1 — Eixo Monumental N1 — Eixo Monumental
Ferro-viária Cruzeiro | Memorial | Buriti | Convenções | Torre TV | Fontes Esplanada            Congresso    
Estrutural S1 — Eixo Monumental S1 — Eixo Monumental
SIA Câmara
e
SIG



Cruzeiro

Sudoeste

Octogonal
EPIG TJDFT
SIG
S2 SHS - Hotéis W3 SHS - Hotéis   SDS
(Conic)
Cultural Sul L2 Ministérios STF
Parque
da
Cidade
    S2 — Via de serviço S2 S2
901
a
916
W4
e
W5
SCS SCS - Comercial Sul Eixo
Rodo-
viário
SBS   SAS 601
a
616
Embaixadas
S3 S3 S3
SRTVS SMHS - Setor Médico Hospitalar SBS L1 SAS
Campo da Esperança 702
a
716
502
a
516
W2 302
a
316
W1 102
a
116
202
a
216
402
a
416
S4 - ligação Av. das Nações (L4) - Setor Policial Sul S4 - ligação Av. das Nações - Setor Policial
Asa Norte | Centro | Asa Sul
Este menu é uma apresentação esquemática, apenas para dar uma idéia geral. Está fora de escala, distorcido, incompleto, e contém várias inexatidões.
Consulte os mapas de cada Via ou Setor, para uma visão mais correta.
Vias de Brasília e Distrito Federal
Eixo Monumental | Eixo Rodoviário | Vias locais do Plano Piloto
EPIA: espinha dorsal | EPCT - Contorno da bacia do Paranoá | Estradas Parque | Vias de acesso
Vias e Calçadas - a trama viária
Eixo Rodoviário | Transversais | Corredores leste-oeste | Calçadão, passarelas e acesso | Metrô | Galeria dos Estados | Cebolão Sul | Cebolão Norte
Estradas Parque do DF
EPAA - Armazenagem e Abastecimento | EPAR - Aeroporto | EPCB - Contorno do Bosque | EPCL - Ceilândia (Via Estrutural) | EPCT - Contorno | EPCV - Cabeça de Veado | EPDB - Dom Bosco | EPGU - Guará | EPIA - Indústria e Abastecimento | EPIG - Indústrias Gráficas | EPNB - Núcleo Bandeirante | EPPN - Península Norte | EPPR - Paranoá | EPTG - Taguatinga | EPTM - Tamanduá
  

Busca no site
  
  
Página inicial do site Centro-Oeste
Página inicial da seção Ferrovias do Brasil
Sobre o site Brasília | Contato | Publicidade | Política de privacidade