Página inicial do site Brasília
Página inicial do site Brasília
 
   
   
Agenda do Samba e Choro
Localização do Conjunto Nacional Brasília junto à plataforma Rodoviária criou um shopping center de intensa movimentação popular
Instalado próximo à marquise da Rodoviária, o Conjunto Nacional Brasília (Setor de Diversões Norte) é o shopping de mais intensa movimentação popular, 12-Mar-2004.

Referências

Lúcio Costa
Relatório do Plano Piloto
de Brasília

10 – Nesta plataforma onde, como se via anteriormente, o tráfego é apenas local, situou-se então o centro de diversões da cidade (mistura em termos adequados de Piccadilly Circus, Times Square e Champs Elysées). (...) Na face fronteira foram concentrados os cinemas e teatros, cujo gabarito se fez baixo e uniforme, constituindo assim o conjunto deles um corpo arquitetônico contínuo com galeria, amplas calçadas, terraços e cafés, servindo as respectivas fachadas em toda a altura de campo livre para a instalação de painéis luminosos de reclame (fig. 11). (...). Previram-se igualmente nessa extensa plataforma destinada principalmente, tal como no piso térreo, ao estacionamento de automóveis, duas amplas praças privativas dos pedestres, uma fronteira ao teatro da ópera e outra, simetricamente oposta, em frente a um pavilhão de pouca altura debruçado sobre os jardins do setor cultural e destinado a restaurante, bar e casa de chá. (...) (fig. 8).

   

Plataforma Rodoviária de Brasília
Setor de Diversões Norte:
CNB - Conjunto Nacional Brasília


 
Flavio R. Cavalcanti - Dez. 2013

Após os problemas originados do loteamento do Setor de Diversões Sul, o lado norte foi entregue em bloco ao grupo que construiria o shopping Conjunto Nacional Brasília.

Embora construído em três etapas — a primeira, bem próxima à marquise da Rodoviária — pôde seguir um planejamento comercial (privado), inclusive quanto à distribuição de lojas por setores.

Da mesma forma que o Setor de Diversões Sul, o Conjunto Nacional segue padrão clássico: — uma muralha retangular de prédios com salas e escritórios (2º ao 5º pavimento) em torno de um terraço central ajardinado.

Aqui, porém, o jardim foi elevado para o nível do 2º pavimento, deixando totalmente cobertos o térreo, em pé direito de dupla altura; e o 1º piso, onde se localizam cinemas e praças de alimentação. O piso inferior — na verdade, acima do estacionamento aberto a oeste do shopping — reúne grandes lojas. O 2° subsolo, além da garagem coberta, abriga alguns serviços automotivos.

O shopping, propriamente dito, ocupa todo o piso inferior, o térreo (Plataforma Rodoviária) e o 1º andar.

«» ª •’ — “”
     
Praça de ligação entre o Setor de Diversões Norte (Conjunto Nacional Brasília) e o Teatro Nacional
Praça de ligação do Setor de Diversões Sul ao Teatro Nacional : a qualidade melhorou quando passou aos cuidados do condomínio do Conjunto Nacional. Foto: 10 Dez. 2003 (primavera / spring), 16h34.
Fachada de anúncios luminosos, amplas entradas de pé direito duplo e mesas na calçada são características do Conjunto Nacional planejadas por Lúcio Costa no projeto de Brasília
Fachada de anúncios luminosos, amplas entradas de pé direito duplo e mesas na calçada — saídos diretamente do plano urbanístico de Lúcio Costa —, em 9-Jul-2003.
Plataforma Rodoviária de Brasília
Marco Zero | Ônibus | Metrô | Diversões | Cultura | Hall | Mezzanino | Descanso | Tatu | Invisível | Terrapleno | Construção

Exibir mapa ampliado
     

Busca no site
  
  
Página inicial do site Centro-Oeste
Página inicial da seção Ferrovias do Brasil
Sobre o site Brasília | Contato | Publicidade | Política de privacidade