Página inicial do site Brasília
Página inicial do site Brasília
 
   
   
Agenda do Samba e Choro
  

Longitudes

Estes livros ajudam a compreender a evolução histórica das técnicas de determinação das longitudes, de interesse para a compreensão do rompimento da linha de Tordesilhas, do Tratado de Madri e da delimitação do chamado Retângulo Cruls, entre outros aspectos da história do Brasil e da localização de Brasília.

Bibliografia
braziliana

Enciclopédia dos municípios brasileiros - 18 Mar. 2015

Grande sertão: veredas - 29 Out. 2014

Itinerário de Riobaldo Tatarana - 27 Out. 2014

Notícia geral da capitania de Goiás em 1783 - 26 Out. 2014

Viagem pela Estrada Real dos Goyazes - 9 Out. 2014

  

Bibliografia
braziliense

Conterrâneos Velhos de Guerra - roteiro e crítica - 7 Nov. 2014

Como se faz um presidente: a campanha de JK - 21 Ago. 2014

Sonho e razão: Lucas Lopes, o planejador de JK - 15 Ago. 2014

Brasília: o mito na trajetória da Nação - 9 Ago. 2014

Luiz Cruls: o homem que marcou o lugar - 30 Jul. 2014

Quanto custou Brasília - 25 Set. 2013

JK: Memorial do Exílio - 23 Set. 2013

A questão da capital: marítima ou no interior?

No tempo da GEB

Brasília: a construção da nacionalidade

Brasília: história de uma ideia

  

Bibliografia

• Índice das revistas Centro-Oeste (1984-1995) - 13 Set. 2015

• Tudo é passageiro - 16 Jul. 2015

• The tramways of Brazil - 22 Mar. 2015

• Regulamento de Circulação de Trens da CPEF (1951) - 14 Jan. 2015

• Caminhos de ferro do Rio Grande do Sul - 20 Nov. 2014

  

Ferreoclipping

• Passagens e calendário do trem turístico Ouro Preto - Mariana | Percurso - 20 Dez. 2015

• Passagens e descontos do Trem do Corcovado | Onde comprar - 12 Dez. 2015

• Estação Pirajá completa a Linha 1 do Metrô de Salvador - 28 Nov. 2015

• EF Campos do Jordão | Horários | Hospedagem - 15 Jul. 2015

   

braziliana: Brasília, Brasil
Longitude
A verdadeira história de um gênio solitário que resolveu o maior problema científico do século XVIII


 
Flavio R. Cavalcanti -
Capa do livro "Longitude", de Dava Sobel

Longitude
A verdadeira história de um gênio solitário que resolveu o maior problema científico do século XVIII
Dava Sobel (1995)
Ediouro, Rio de Janeiro, 1996
144 p.
ISBN 85-00-00049-X


O subtítulo é um tanto fantasista, de sabor marketeiro: John Harrison (1693-1776), o "gênio solitário", na verdade, não resolveu nenhum problema "científico", maior ou menor.

O que fez, ao longo de 40 anos, foi desenvolver relógios — ou cronômetros — cada vez mais exatos e confiáveis, capazes de suportar o balanço dos navios do século XVIII e tempestades em alto mar, de modo a levar a hora de Londres até qualquer parte do planeta, com o mínimo de atraso ou adiantamento, para determinação tão exata quanto possível das longitudes durante a navegação.

Outro método — conhecido (teoricamente) havia séculos, — era a determinação da hora remota (Cabo Verde, Canárias, Londres, Paris) por meio da observação astronômica. Isso ainda dependia de tabelas exatas das efemérides — eclipses solares, lunares, das luas de Júpiter, ou a distância aparente da lua até algumas estrelas escolhidas, — contendo o cálculo prévio de milhares de tais eventos, na Europa, para cada dia de vários anos.

Sem computadores, a elaboração de tais "almanaques" continuava consumindo décadas, séculos, sem chegar a resultados satisfatórios. Além disso, a observação do navegador dependia de noites sem nuvens, ou com lua etc. Exigia enorme habilidade — observação exata dos astros com navio balançando; e, em seguida, algumas horas de cálculos matemáticos, nada simples.

Em qualquer dos dois casos, a hora remota — trazida pelo cronômetro ou obtidas da observação de eventos astronômicos previamente calculados para um horário na Europa — seria comparada com a hora local do navegante, observada pela elevação máxima do sol ao meio dia, ou da estrela polar, ou...

A diferença entre a hora local e a hora remota indicaria, então, a diferença de longitudes em relação a Londres, ou Paris, ou outra referência europeia tomada como base, — o “ponto zero”, — uma vez que cada fuso horário da Terra é separado por 15 graus de longitude.

O livro de Dava Sobel vai muito além da mera biografia de John Harrison e dos relógios ou cronômetros que construiu, cada um mais exato e confiável que o anterior. Traça o histórico do próprio problema da determinação das longitudes; os desastres e dificuldades que tornavam cada vez mais necessária uma solução; os diferentes métodos tentados; as dificuldades de cada método ao longo dos tempos; os prêmios oferecidos por diferentes governos — em especial, pela Inglaterra; — os embaraços colocados para o reconhecimento e entrega do prêmio a Harrison e seu filho; o desenvolvimento posterior das soluções; e até a preservação de seus relógios e seu estado atual.

Sumário

  • 1 - As linhas imaginárias
  • 2 - Os perigos do mar antes da invenção do cronômetro
  • 3 - À deriva num universo de engrenagens
  • 4 - A hora aprisionada
  • 5 - O Pó da Simpatia
  • 6 - O prêmio
  • 7 - O diário do construtor de engrenagens
  • 8 - A cruzeta se faz ao mar
  • 9 - Os ponteiros do relógio celestial
  • 10 - O marcador de horas de diamante
  • 11 - O teste do fogo e da água
  • 12 - A história de dois retratos
  • 13 - A segunda viagem do capitão James Cook
  • 14 - A produção em massa de genialidade
  • 15 - No Pátio do Meridiano
  • Fontes
  • Índice

«» ª • — “”
Livros sobre Brasília
Plano Piloto de Brasília | Nas asas de Brasília | História de Brasília | A mudança da capital
No tempo da GEB (O outro lado da utopia) | Brasília: a construção da nacionalidade
Brasil, Brasília e os brasileiros | Brasília: Memória da construção
A questão da capital: marítima ou no interior? | revista brasília
JK: Memorial do Exílio | Quanto custou Brasília
Brasília: história de uma ideia | Brasília: antecedentes históricos
braziliense | braziliana | ferroviaria
   
  

Byteria

  

Mboabas

     

Busca no site
  
  
Página inicial do site Centro-Oeste
Página inicial da seção Ferrovias do Brasil
Sobre o site Brasília | Contato | Publicidade | Política de privacidade