Página inicial do site Brasília
Página inicial do site Brasília
 
   
   
Agenda do Samba e Choro
Catedral de Brasília e rampa da entrada subterrânea, ladeada pelos Evangelistas
Catedral de Brasília, cercada por um espelho d'água circular, e sua entrada subterrânea, ladeada pelos Evangelistas. Foto: 4 Jun. 2003, 9h54

Trens turísticos

Trem do Corcovado
São João del Rei
Campos do Jordão
Ouro Preto - Mariana
Trem das Águas
Trem da Mantiqueira
Trem das Termas
Montanhas Capixabas
Teleférico de Ubajara

Em projeto

Expresso Pai da Aviação
Trem ecoturístico da Mata Atlântica
Locomotiva Zezé Leone

Antigos trens turísticos

São Paulo - Santos
Cruzeiro - São Lourenço
Trem da Mata Atlântica
Trem dos Inconfidentes

Calendário 1987
VFCJ | Bitolinha | Lapa | Inconfidentes | Trem da Serra | Paranapiacaba
  

Ferreoclipping

• Passagens e calendário do trem turístico Ouro Preto - Mariana | Percurso - 20 Dez. 2015

• Passagens e descontos do Trem do Corcovado | Onde comprar - 12 Dez. 2015

• Estação Pirajá completa a Linha 1 do Metrô de Salvador - 28 Nov. 2015

• EF Campos do Jordão | Horários | Hospedagem - 15 Jul. 2015

   

Catedral de Brasília
Catedral Metropolitana


 
Flavio R. Cavalcanti

A nave principal da Catedral de Brasília é um subterrâneo circular, cercado por um espelho d'água ao nível do solo e coberto por uma cúpula translúcida.

O acesso se dá por uma passagem subterrânea, estreita e escura, de onde se emerge para a luz filtrada pelos vitrais coloridos.

Externamente, a imagem — um dos mais antigos símbolos de Brasília — é a da cúpula formada pela reunião de 16 colunas de seção parabólica, vedada por uma segunda camada de vidro fumê que apenas deixa entrever imagens dos vitrais internos, à distância.

O campanário (à direita) e o batistério em formato ovóide (à esquerda) completam a composição de volumes em equilíbrio assimétrico.

Outras passagens subterrâneas levam da nave à sacristia e ao batistério — que também dispõem de acessos externos. É provável [2003] que seja estendida uma passagem subterrânea para a Cúria Metropolitana — cuja garagem desembocará na via de serviço S-2.

Obras de arte

  • Os Evangelistas Marcos, Mateus, Lucas e João alinham-se à frente da entrada: esculturas em bronze de Alfredo Ceschiatti, auxiliado por Dante Croce.

  • Os Anjos suspensos da laje do teto: esculturas em duralumínio de Alfredo Ceschiatti, auxiliado por Dante Croce.

  • Vitral de Marianne Peretti.

   

Climatização natural

A Catedral combina o princípio da adega (subterrâneo), que reduz e estabiliza a temperatura, e o princípio da estufa, que acumula calor. Em 1976, segundo monsenhor Ferreira Lima, a temperatura interna permanecia estável em todas as estações do ano, um pouco acima do desejável — e esperava-se que a segunda camada (vitral interno), além de amortecer a luminosidade, amenizaria a temperatura.

Além do colchão de ar entre as duas camadas translúcidas, influem na climatização o pequeno espaço deixado livre entre elas e o espelho d'água, na base; e lanternim sobre a laje, no alto.

Acompanhe

Conjunto da Catedral de Brasília, batistério e campanário, vistos do alto
Vista do conjunto da Catedral, batistério (à esquerda) e campanário (à direita). Foto: 4 Jun. 2003, 9h54
Marcos históricos de Brasília
O Plano Piloto de Lúcio Costa | A escolha do Plano Piloto | O lago de Glaziou
A origem do Catetinho | Vida e morte de Bernardo Sayão
O massacre da Pacheco Fernandes
A logística da mudança | Os trens experimentais | A chegada do trem
A Pedra Fundamental | Missão Cruls | Relatório Cruls
Carta de Formosa | Emenda Lauro Müller
A idéia mudancista | Documentação
Passeios turísticos e Trens de passageiros
Vitória - Belo Horizonte | São Luís - Parauapebas | São Lourenço - Soledade de Minas | Ouro Preto - Mariana
Expresso Pai da Aviação | Trem ecoturístico da Mata Atlântica | Teleférico de Ubajara
  

Busca no site
  
  
Página inicial do site Centro-Oeste
Página inicial da seção Ferrovias do Brasil
Sobre o site Brasília | Contato | Publicidade | Política de privacidade