Página inicial do site Brasília
Página inicial do site Brasília
 
   
   
Agenda do Samba e Choro
  

Referências

Projetos para o Brasil – José Bonifácio de Andrada e Silva – org. Miriam Dolhnikoff – Cia. das Letras, 1998
"(...) esse Bonifácio permanece praticamente desconhecido, obscurecido pela pobre imagem oficial do 'Patriarca da Independência'. A imensa quantidade de anotações que deixou permanece, na sua maior parte, inédita nos arquivos. (...) Até hoje, os textos de Bonifácio vieram a público apenas através de três coletâneas (...). Mas, nos três casos, apenas os textos oficiais foram reproduzidos. No entanto, é somente pela leitura das suas anotações pessoais, transcritas neste volume, que se pode vislumbrar todo o alcance do pensamento político e social de José Bonifácio (...)".

Patriarca da Independência - José Bonifácio de Andrada e Silva - org. Otávio Tarquínio de Souza - Nacional, 1939 [reeditada em 1994 pela prefeitura de Santos: "A rebeldia do patriarca"]

Obras científicas, políticas e sociais de José Bonifácio de Andrada e Silva - org. Edgard de Cerqueira Falcão, Revista dos Tribunais, 1965

Obra política de José Bonifácio - org. Octaciano Nogueira, Senado Federal, 1973

  

   

Projetos para o Brasil
José Bonifácio
Instruções aos representantes de S. Paulo
junto às Cortes em Lisboa

Idéias sobre a organização política do Brasil, quer como Reino Unido, quer como Estado independente. Constituição para o.


 
Notas de José Bonifácio para as instruções do governo provisório de São Paulo aos deputados às Côrtes em Lisboa, copiadas do original em 1844 por T. Alencar Araripe,
in Alberto Souza, Os Andradas, Rio, 1922

7º) Criar uma cidade central no interior do Brasil para assento da regência, que poderá ser em 15º de latitude, em sítio sadio, ameno, fértil, e junto a algum rio navegável.

8º) Abrir desta caminhos de terra para as diversas províncias e portos de mar.

42ª Sessão

1º) Leu-se e aprovou-se a Ata da Sessão antecedente, e lidos os Ofícios e Requerimentos, e discutidos os negócios ocorrentes, se deferiu ao que pareceu de justiça.

2º) Foram aprovadas pelo Governo as Instruções que se hão de apresentar nas Côrtes aos Senhores Deputados desta Província, e ordenou o Governo que elas sejam impressas a custa do mesmo Governo.

Redação final

9º. Pareceu-nos também muito útil que se levante uma cidade central no interior do Brasil para assento da côrte ou da regência, que poderá ser na latitude, pouco mais ou menos, de 15 graus, em sítio sadio, ameno, fértil e regado por algum rio navegável. Deste modo fica a côrte ou assento da regência livre de qualquer assalto e surpresa externa, e se chama para as províncias centrais o excesso da povoação vadia das cidades marítimas e mercantis. Desta côrte central dever-se-ão logo abrir estradas para as diversas províncias e portos de mar, para que se comuniquem e circulem com toda a prontidão as ordens do governo, e se favoreça por elas o comércio interno do vasto Império do Brasil.

10º. Nesta cidade central, ou no assento da côrte, ou da regência, além de um tribunal supremo de justiça e um conselho de fazenda, se criará igualmente uma direção geral de economia pública, composta de diferentes mesas, que tenham a seu cargo vigiar e dirigir as obras de pontes, calçadas, abertura de canais etc., minas e fábricas minerais, agricultura, matas e bosques, fábricas e manufaturas. A este novo tribunal se dará um regimento sábio e adequado.

 

Parecer

Parecer da comissão de deputados brasileiros encarregada da redação dos artigos adicionais à Constituição portuguesa referentes ao Brasil

2º) O Congresso brasileiro ajuntar-se-á na capital, onde ora reside o Regente do Reino do Brasil, em quanto se não funda no centro daquele uma nova capital, e começará as sessões no meado de janeiro.

 

 

Página de rosto das instruções do governo provisório de S. Paulo aos seus representantes junto às Cortes (Assembléia Constituinte) de Lisboa.
Fonte:
Arquivo Nacional, Rio de Janeiro.
Reprodução:
Brasil, Brasília e os brasileiros
  
   

  

Bibliografia
braziliense

Conterrâneos Velhos de Guerra - roteiro e crítica - 7 Nov. 2014

Como se faz um presidente: a campanha de JK - 21 Ago. 2014

Sonho e razão: Lucas Lopes, o planejador de JK - 15 Ago. 2014

Brasília: o mito na trajetória da Nação - 9 Ago. 2014

Luiz Cruls: o homem que marcou o lugar - 30 Jul. 2014

Quanto custou Brasília - 25 Set. 2013

JK: Memorial do Exílio - 23 Set. 2013

A questão da capital: marítima ou no interior?

No tempo da GEB

Brasília: a construção da nacionalidade

Brasília: história de uma ideia

A idéia de Brasília em Bonifácio
Instruções | Aditamento | Memória | Um projeto | Sesmarias
Brasília e a ideia de interiorização da capital
Varadouro | Hipólito | Bonifácio | Independência | Vasconcelos | Império | Varnhagen
República | Cruls | Café-com-leite | Marcha para oeste | Constitucionalismo | Mineiros | Goianos
CC | A origem da “história” | Ferrovias para o Planalto Central
  

Busca no site
  
  
Página inicial do site Centro-Oeste
Página inicial da seção Ferrovias do Brasil
Sobre o site Brasília | Contato | Publicidade | Política de privacidade