Página inicial do site Brasília
Página inicial do site Brasília
 
   
   
Agenda do Samba e Choro
 

Referências

Bernardo Pereira de Vasconcelos - Organização e introdução de José Murilo de Carvalho - Editora 34, São Paulo, 1999

Um retrato do polêmico Pereira de Vasconcelos - Isabel Lustosa

D. Pedro I e o Parlamento - Isabel Lustosa

Em defesa da ordem, unidade e centralização – O partido conservador imperial na primeira metade dos oitocentos - Isabel Cristiane Gomes de Oliveira

Bernardo de Vasconcellos – Patrono da Câmara Municipal de Ouro Preto

Memória dos jornais mineiros do século XIX - Jairo Faria Mendes

O método mútuo e a formação docente no Brasil no século XIX: a qualificação da escola e a desqualificação do trabalho docente - Luciano Mendes de Faria Filho - Walquíria Miranda Rosa - Marcilaine Soares Inácio

A contribuição de Bernardo Pereira de Vasconcelos (1795-1850) para a história da educação brasileira - Ademir Quintilio Lazarini, Celina Midori Murasse, Silvia Mara da Silva

  

Bibliografia
braziliense

Conterrâneos Velhos de Guerra - roteiro e crítica - 7 Nov. 2014

Como se faz um presidente: a campanha de JK - 21 Ago. 2014

Brasília: o mito na trajetória da Nação - 9 Ago. 2014

Luiz Cruls: o homem que marcou o lugar - 30 Jul. 2014

Quanto custou Brasília - 25 Set. 2013

   

Bernardo Pereira de Vasconcelos:
Terra, imigrantes,
leis, vias de comunicação


 
Flavio R. Cavalcanti

Bernardo Pereira de Vasconcelos apresenta o primeiro elo concreto, na fase de construção após a independência, entre o projeto de Brasil à americana, a idéia de interiorização da capital e o desenho que irá permear a gestação e toda história da EF D. Pedro II — uma linha da Côrte para o centro do país, uma para o norte e outra para o sul — , e que renascerá no nome republicano de EF Central do Brasil.

A virada da fase liberal para a do regresso, em Pereira de Vasconcelos, ilustra de forma radical a transição desse projeto orgânico de país independente (em grande parte gestado na Europa), para um projeto que vai se dissolvendo e preterindo por sua própria instrumentação política imediata, até se metamorfosear em um conjunto — filtrado, incompleto — de propostas dispersas, moldadas aos limites da realidade impostos pelo novo equilíbrio de poder que vai se consolidando. Mesmo entre os que permanecerão liberais mais ou menos avançados, daí por diante, os embates com esses limites jogarão o projeto sempre para o segundo plano, na forma de tópicos dispersos, incompletos, e que já não voltam a formar um conjunto orgânico.

Formado em Coimbra, retorna ao Brasil em 1820 e elege-se deputado em 1824 para a legislatura que irá se instalar em 1826. Nesse meio tempo, estréia no jornal O Universal (1825-1842), lançado uma semana após a compra da Tipografia Patrícia encerrar a circulação do "moderado" Abelha do Itaculumy — que criticava o "liberalismo exaltado", o "germe da anarquia", a "vertigem revolucionária", as "doutrinas mais sediciosas e mais jacobínicas" da imprensa litorânea.

O Universal parece propor para o novo país um projeto bem definido.

Nas reflexões publicadas a 15 de agosto de 1825, propõe a construção de uma capital no interior do país; e um programa completo de atração de imigrantes europeus (de preferência ingleses, como os fundadores dos Estados Unidos) para o desenvolvimento da indústria, tal como havia feito a Holanda independente da Espanha, e como agora faziam os Estados Unidos independentes da Inglaterra.

Para essa atração, recomendava a cessão de terras, a tolerância religiosa e a proteção das leis — nunca o pagamento ou subsídio ao imigrante, como aliás o Brasil continuaria tentando:

O de que os povos precisam, é de que se lhes guardem as garantias constitucionais; que as autoridades os não vexem, que os não espoliem, que se lhe não arranquem seus filhos para com eles se fazerem longínquas guerras: isto, e só isto, reclama a indústria [Vasconcelos, 1999, p. 89, cf. Lazarini].

Certo, o programa contido nas reflexões é importado — aliás, transcrição do Programa para o desenvolvimento do Brasil de Hipólito, 1816.

O modelo incluía, ainda, a universalização do ensino fundamental, defendida desde o primeiro número do Universal.

   

  

Ferreoclipping

• Passagens e calendário do trem turístico Ouro Preto - Mariana | Percurso - 20 Dez. 2015

• Passagens e descontos do Trem do Corcovado | Onde comprar - 12 Dez. 2015

• Estação Pirajá completa a Linha 1 do Metrô de Salvador - 28 Nov. 2015

• EF Campos do Jordão | Horários | Hospedagem - 15 Jul. 2015

O uso da terra nas ideias de interiorização da capital
Hipólito | Bonifácio | Tavares Bastos| Rebouças | Rui Barbosa | Glicério | Township à brasileira | Medidas | O exemplo americano
A idéia de Brasília em Pereira Vasconcelos
Reflexões | Lei Feijó | A tipografia do Universal | Os primeiros jornais das Minas
Brasília e a ideia de interiorização da capital
Varadouro | Hipólito | Bonifácio | Independência | Vasconcelos | Império | Varnhagen
República | Cruls | Café-com-leite | Marcha para oeste | Constitucionalismo | Mineiros | Goianos
CC | A origem da “história” | Ferrovias para o Planalto Central
  

Busca no site
  
  
Página inicial do site Centro-Oeste
Página inicial da seção Ferrovias do Brasil
Sobre o site Brasília | Contato | Publicidade | Política de privacidade