Página inicial do site Brasília
Página inicial do site Brasília
 

• Alco RSD8 Fepasa - 29 Fev. 2016

• G12 200 Acesita - 22 Fev. 2016

• “Híbrida” GE244 RVPSC - 21 Fev. 2016

  

• Vagão tanque TCQ Esso - 13 Out. 2015

• Escalímetro N / HO pronto para imprimir - 12 Out. 2015

• Carro n° 115 CPEF / ABPF - 9 Out. 2015

  

Ferrovias

• Estação de Cachoeiro de Itapemirim | Pátio ferroviário (1994) - 28 Fev. 2016

• Caboose, vagões de amônia e locomotivas da SR7 em Alagoinhas (1991) - 25 Fev. 2016

• Locomotivas U23C modificadas para U23CA e U23CE (Numeração e variações) - 17 Fev. 2016

• A chegada da ponta dos trilhos a Brasília (1967) - 4 Fev. 2016

• Livro “Memória histórica da EFCB” - 7 Jan. 2016

• G8 4066 FCA no trem turístico Ouro Preto - Mariana (Girador | Percurso) - 26 Dez. 2015

• Fontes e fotos sobre a locomotiva GMDH1 - 18 Dez. 2015

• Locomotivas Alco RS no Brasil - 11 Dez. 2015

• Pátios do Subsistema Ferroviário Federal (2015) - 6 Dez. 2015

  

Bibliografia
braziliense

Conterrâneos Velhos de Guerra - roteiro e crítica - 7 Nov. 2014

Como se faz um presidente: a campanha de JK - 21 Ago. 2014

Sonho e razão: Lucas Lopes, o planejador de JK - 15 Ago. 2014

Brasília: o mito na trajetória da Nação - 9 Ago. 2014

Luiz Cruls: o homem que marcou o lugar - 30 Jul. 2014

Quanto custou Brasília - 25 Set. 2013

JK: Memorial do Exílio - 23 Set. 2013

A questão da capital: marítima ou no interior?

No tempo da GEB

Brasília: a construção da nacionalidade

Brasília: história de uma ideia

   

Cia. Mogiana de Estradas de Ferro
Revista Ferroviária
Estradas de Ferro do Brasil 1960


 
Revista Ferroviária, Estradas de Ferro do Brasil
(início de) 1960, p. 143-153

(...)

A linha

Com um grande tronco de 784 quilômetros lançados entre Campinas, em São Paulo, e Araguari, em Minas Gerais, a Companhia Mogiana distribui sua linha, somando 2.128 quilômetros redondos, por uma série de ramais, alguns dos quais de pequeno porte, sem qualquer significação ferroviária ou econômica.

Apesar da importância de sua situação geográfica (...) as linhas dessa estrada não se encontram em estado que se possa indicar como bom. Suas condições técnicas, em geral, deixam a desejar, e alguns de seus ramais carecem ser totalmente renovados e a própria linha tronco apresenta extensões onde a renovação se impõe como solução reclamada.

A Mogiana sabe disso, mas vai fazendo o que é possível, dentro dos recursos de que dispõe. Ultimamente completou a substituição de mais de 600 quilômetros de trilhos, vem substituindo perto de 400.000 dormentes por ano e iniciou a construção de variantes para desbordar alguns trechos de condições técnicas mais desfavoráveis.

A linha possui trilhos de diversos tipos, desde 45 kg/m, para que toda ela tende, até 19 kg/m, nos menores ramais.

Extensão total

2.128,253 km

linhas principais

1.876,966 km

desvios

251,287 km

lastrada com pedra

1.709,057 km

lastrada com terra

167,909 km

Principais serviços realizados em 1959

1) Variante Cel. Corrêa - Tambaú — 18 km em 0,5% de rampa máxima e 573 m de raio mínimo. Concluída.

2) Variante Bento Quirino - Ribeirão Preto — 49 km em 0,5% de rampa máxima e 625 m de raio mínimo.

Ambas substituindo trechos com 2,2% de rampa e raio mínimo de 100 m.

3) Ponte sobre o rio Araguari (ou das Velhas) no km 677,390 da Linha Tronco, com 2 vãos de 21 m em alma cheia e 1 vão de 42 m em treliça, de aço de alta resistência, para suportar o trem-tipo TB.27.

4) Substituição de trilhos — Desde o início dos serviços, em fevereiro de 1956, até 31/12/59, foram substituídos 646,565 km de trilhos, sendo 221,871 km com trilhos tipo 45 kg/m.

5) Lastro novo — em 34,081 km de linha. Reforço do lastramento em 132,095 km.

6) Tronco de Campinas a Uberlândia — A estrada está procedendo à renovação de sua via permanente, juntamente com o reforço do lastro, esse serviço compreendendo principalmente: arredondamento das curvas e introdução de curvas de transição; limpeza do lastro velho; aumento da dormentação para 1.667 dormentes por km; reforço do lastro para 20 cm e 30 cm de espessura e colocação de placas de apoio nas curvas, conforme o trecho. Nesse sentido foram renovados, em 1959, 56,83 km de linha, que somados aos realizados nos anos de 1956, 1957 e 1958, perfazem o total de 122,796 km de linha.

7) Foi terminada a instalação, em Ribeirão Preto, de um equipamento para solda elétrica, compreendendo máquina automática, grupo convertedor-gerador, transformador, máquina para serrar, furar e retificar trilhos, galpões, transportadores de roletes, pórtico rolante para descarga e empilhamento de trilhos.

(...)

Material de tração e rodante

Nos três mais recentes anos, desde quando iniciou a fase de reaparelhamento e renovação que está experimentando, a estrada adquiriu 30 locomotivas diesel-elétricas de 1.425 HP e 460 vagões metálicos.

Com o reforço de tração foi-lhe possível parar definitivamente 55 velhas locomotivas a vapor, retirando-as do tráfego.

Por outro lado, construiu em suas próprias oficinas uma composição de sete carros para passageiros e está promovendo a aquisição de quatro ou cinco outras composições, inclusive com carros dormitórios.

Ao encerrar-se o ano passado, seu parte questava quantitativamente constituído pelas seguintes unidades:

A) Locomotivas

a lenha

136

a óleo

36

diesel elétricas

42

inclusive 55 locomotivas a vapor apagadas

(...)

   
As ferrovias no Plano de Metas de JK
Dias: BNDE & Plano de Metas | Lafer: Plano de Metas | Lacerda: BNDES & cargas
As ferrovias na construção de Brasília
As opções em 1956 | Logística | Ferreocap | 1957: Decreto-convênio | 1962: Des-ferreocap
A chegada do trem a Brasília
Um trem para Brasília | O primeiro trem para Brasília
"Trens de luxo para Brasília" | Expresso Brasil Central | Reinauguração do Bandeirante
Ligação Santos-Brasília | Balanço de fim de jornada
Pátio de Brasília será o maior | A nova estação de Brasília
Abastecimento de combustíveis | Variante Pires do Rio e mudança do DNEF
A logística da construção | As ferrovias da Novacap
4ª viagem Experimental de trem para Brasília | Os trens experimentais do GTB
Estação ferroviária de Brasília
Camuflagem | Pilotis | Lanchonete | Subsolo | Piso superior | Torre sul | Torre norte | Plataformas
Abastecimento | Como seria | Maquete | Como ficou
Estação Bernardo Sayão
Brasília e a Companhia Mogiana de Estradas de Ferro
Plano de Metas | Mudança do tronco | Retificação de trechos | Reaparelhamento | Pátios e estações | Dieselização acelerada
Tronco | Rio Grande | Catalão (1) | Igarapava e Catalão (2) | Quadros da retificação | Abertura de trechos até 1944
Mapas: 1984 | 1970 | 1954 | 1898 | Locomotivas em 1921 | Locomotivas Fepasa | Caboose
Referências
RF, 1957: 5 de 30 locomotivas G-12 | RF, 1960: 23 locomotivas GL8 | RF, Out. 1960: Um grande plano
Correio Paulistano, 1963: Retificação | Refesa, 1970: Retificação para Uberaba
Cury: Concessões e trilhos | Cury: Cronologia | Suplemento RF 1945 | Suplemento RF 1960 | Relatório CMEF 1956-1959
As ferrovias na construção de Brasília
As opções em 1956 | Logística | Ferreocap | 1957: Decreto-convênio | 1962: Des-ferreocap
A chegada do trem a Brasília
Um trem para Brasília | O primeiro trem para Brasília
"Trens de luxo para Brasília" | Expresso Brasil Central | Reinauguração do Bandeirante
Ligação Santos-Brasília | Balanço de fim de jornada
Pátio de Brasília será o maior | A nova estação de Brasília
Abastecimento de combustíveis | Variante Pires do Rio e mudança do DNEF
A logística da construção | As ferrovias da Novacap
4ª viagem Experimental de trem para Brasília | Os trens experimentais do GTB
Brasília nos planos ferroviários (DF)
Ferrovias concedidas do plano de 1890 | EF Tocantins | Cia. Mogiana | Ferrovia Angra-Catalão | EF Goiás | Ferrovia Santos - Brasília
O prolongamento da Estrada de Ferro Central do Brasil | A ferrovia da Cia. Paulista | Ferrovias para o Planalto Central | Documentação
Brasília e a ideia de interiorização da capital
Varadouro | Hipólito | Bonifácio | Independência | Vasconcelos | Império | Varnhagen
República | Cruls | Café-com-leite | Marcha para oeste | Constitucionalismo | Mineiros | Goianos
CC | A origem da “história” | Ferrovias para o Planalto Central
  

Busca no site
  

• Passagens e calendário do trem turístico Ouro Preto - Mariana | Percurso - 20 Dez. 2015

• Passagens e descontos do Trem do Corcovado | Onde comprar - 12 Dez. 2015

• EF Campos do Jordão | Horários | Hospedagem - 15 Jul. 2015

  

• Estação de Cachoeiro de Itapemirim | Pátio ferroviário (1994) - 28 Fev. 2016

• Caboose, vagões de amônia e locomotivas da SR7 em Alagoinhas (1991) - 25 Fev. 2016

• U23C modificadas para U23CA e U23CE (Numeração e variações) - 17 Fev. 2016

   
Página inicial do site Centro-Oeste
Página inicial da seção Ferrovias do Brasil
Sobre o site Brasília | Contato | Publicidade | Política de privacidade